Curso do SENAR de Avicultura desmistifica técnicas tradicionais em Taquaraçu de Minas

Curso do SENAR de Avicultura desmistifica técnicas tradicionais em Taquaraçu de Minas


Publicado em: 19/10/2018 10:50 | Fonte/Agência: Prefeitura Municipal de Taquaraçu de Minas/SENAR MINAS

Whatsapp

 

Curso do SENAR de Avicultura desmistifica técnicas tradicionais em Taquaraçu de Minas

Carlos Henrique com os comedouros que aprendeu a fazer no curso

Curso de Avicultura desmistifica técnicas tradicionais

O sucesso da atividade de avicultura depende das habilidades empreendedoras de cada produtor e da forma escolhida nos cuidados e manejos. Os prejuízos, por vezes, estão associados a pequenos erros e bastante comuns e, muitas vezes, levam a grandes perdas nas propriedades, resultado de técnicas tradicionais do negócio. Em Taquaraçu de Minas, o aposentado Carlos Henrique Antônio, precisou concluir o curso do Senar Minas, para investir na área, com segurança.

Enquanto aguarda o certificado, oferecido em convênio com o Sindicato dos Produtores da cidade, o morador de Vargem Grande, zona rural, deu início à construção do galinheiro, bebedouros e comedouros e ovoscópio, para os cerca de 50 pintinhos e 38 galinhas que mantém na propriedade. “Quero aproveitar o tempo livre e comercializar.”, contou o produtor, animado.  

A partir das informações recebidas no curso, ele aproveita para orientar os interessados na área. “Associamos o milho ao único alimento da espécie. E não é só isso. Para ter lucro é preciso ir além de alimentação, tirando da mente aquela velha cultura na criação dessas aves”.

A instrutora Camila Ferreira, concorda e, ainda, reforça os fatores que mais interferem nos resultados ou rendimento máximo das aves: a alimentação em conjunto com a genética, ambiência e sanidade. Segundo ela, deve-se fornecer uma ração balanceada e de qualidade e estar atento aos alimentos alternativos. “O fornecimento de alimentos alternativos é importante para reduzir custos e manter a característica de produto caipira. Muitos produtores fornecem resto de comida, mas eu sempre indico evitar essa prática. Para as aves caipiras podemos utilizar sobras de hortaliças, frutas, legumes, parte área e raízes da mandioca, feno, além de pigmentantes naturais, como Urucum, farelo de glúten de milho e açafrão”, alerta.

O país já conta com condições favoráveis, como clima, área, mão de obra e biosseguridade, mas em caso de doença de incidência regional, Camila recomenda a vacinação contra New Castle - obrigatória segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Bouba, Tifo e Cólera. “Quando falamos de enfermidade muitos pensam em tratamento, mas deveriam pensar em prevenção. Quando tratamos estamos perdendo dinheiro com o uso de medicamentos e queda da produção. A melhor forma de evitar enfermidades é adotando medidas de biosseguridade, como: vacinação, vermifugação, conhecer a procedência de ovos e animais, limpeza e desinfecção de instalações e equipamentos e fornecer alimento de qualidade, entre outras”, orientou a zootecnista.

Os cursos do SENAR contam com uma parceria bem feita com o Sindicato dos Produtores Rurais de Taquaraçu de Minas e a Prefeitura Municipal que lutam juntos para trazer conhecimento aos Agricultores Rurais de Taquaraçu de Minas.

Os cursos do SENAR são gratuitos para os alunos, é uma forma de agregar conhecimento e renda aos alunos.

Quem quiser maiores informações pode procurar a Mobilizadora do SENAR em Taquaraçu de Minas Cristiane Guimarães, na prefeitura de segunda a sexta.

 


Leia também

Secretaria Municipal de Administração

Junta de Serviço Militar de Taquaraçu de Minas

07/11/2018 14:28

Secretaria Municipal de Administração

Curso de Cria e Recria de Bezerras do SENAR em Taquaraçu de Minas

06/11/2018 15:10

Secretaria Municipal de Saúde

Atendimento Odontológico em Taquaraçu de Minas

24/08/2018 13:49